leia

Como está a demanda em Engenharia Elétrica?

Por Bernardo de Mello

A Engenharia Elétrica é um campo muito amplo. Esse ramo da engenharia surgiu por volta de 1885 e, ao longo de sua história, foi vendo a infraestrutura ao seu redor ser construída e reconstruída. Algo que ficou ultrapassado se recria com a chegada de novas tecnologias, que são acompanhadas de perto pela área. Mas, em termos de mercado de trabalho, como está a demanda em Engenharia Elétrica? Saiba mais sobre a carreira e descubra a área de atuação mais atraente para investir em 2020.

Habilidades

Desde a manutenção da infraestrutura de energia até o desenvolvimento de sistemas de navegação e comunicação, os engenheiros eletricistas desempenham papéis cruciais em quase todos os setores da economia. Com habilidades avançadas de engenharia elétrica, os especialistas podem liderar projetos, testes e fabricação dos equipamentos que mantêm o mundo funcionando.

Os engenheiros eletricistas utilizam seu conhecimento em ciências e matemática para resolver problemas e desenvolver projetos complexos. Os profissionais de sucesso da área precisam de uma base sólida em métodos para analisar, construir e manter equipamentos e sistemas elétricos funcionando. A seguir, estão algumas das habilidades mais importantes para a engenharia elétrica:

  • Projeto de circuitos elétricos;
  • Aplicação da teoria e análise de sistemas lineares;
  • Desenvolvimento de redes elétricas;
  • Coleta e análise de dados;
  • Construção e operação de sistemas computacionais;
  • Preparação de planos operacionais;
  • Manutenção de equipamentos eletrônicos;
  • Atividades diretas de construção e manutenção de equipamentos

Alta demanda 

Os engenheiros eletricistas podem se preparar para se destacar em suas funções atuais e futuras, tanto em especializações quanto em experiências práticas. As perspectivas de emprego para a carreira são boas no futuro próximo. Em nome do desenvolvimento industrial, o governo federal espera ampliar a capacidade de produção de energia elétrica no país, o que deve aumentar a busca por engenheiros eletricistas. Também é certo que o setor privado vai ampliar a procura por esses profissionais, com a TV 100% digital no Brasil e com a implementação da internet 5G -- que deve acontecer em 2022.

Ou seja, não faltarão oportunidades para crescer na carreira nem para achar, dentro da Engenharia Elétrica, uma área de atuação que tenha a ver com você, vestibulando. Conte para a gente quais são suas perspectivas e dúvidas com relação ao curso.

 

Tags: Engenharia Elétrica

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!