leia

Engenharia Ambiental na prática: conheça mais sobre as carreiras

Por Bernardo de Mello

Você sabia que a Engenharia Ambiental ocupa o quinto lugar na lista de profissões mais promissoras desta década? Com amplas possibilidades, tanto no serviço público quanto no privado, esse ramo da Engenharia vem atraindo muita gente comprometida com a sustentabilidade e o uso responsável dos recursos naturais. Se esse é o seu caso, talvez a faculdade de Engenharia Ambiental e Sanitária  seja uma excelente opção. Confira, abaixo, o que faz um engenheiro ambiental, em que áreas esse profissional pode atuar e como pode se especializar!

Mas afinal, o que é Engenharia Ambiental na prática?

Primeiramente, a Engenharia Ambiental é o ramo da engenharia dedicado a analisar impactos ambientais e propor soluções para alcançar o desenvolvimento sustentável, com o objetivo de proteger a saúde dos humanos e o lugar onde vivem.

Cabe ao Engenheiro Ambiental cuidar da avaliação e gestão ambiental, de recursos hídricos, solos e resíduos, além de zelar pela qualidade do ar e da água.  Na prática, ele atua no diagnóstico, manejo, tratamento e controle de problemas ambientais, urbanos ou rurais, monitorando-os de forma integrada, ou seja, sempre considerando os âmbitos ecológico, econômico, social e tecnológico.

Isso é um pouco do trabalho do Engenheiro Ambiental em seu vasto campo de atuação profissional, como veremos abaixo.

Áreas de atuação

O mercado de trabalho para o Engenheiro Ambiental é amplo e ele pode realizar suas atividades nas mais diversas áreas, tanto no setor público, quanto na iniciativa privada, em empresas do setor de petróleo, química, mineração, siderurgia, bebidas e refrigerantes, veículos e geração de energia. 

Entre suas funções estão gestão das águas, saneamento, saúde pública, manejo ambiental, entre outras. Conheça as principais áreas de trabalho do Engenheiro Ambiental:

Construção Civil

Nesse ramo, o Engenheiro Ambiental deve emitir laudos e pareceres técnicos, além de realizar análises de impacto e acompanhar a obra para verificar seu impacto no meio ambiente e na sociedade. Ele também é responsável por obter as licenças ambientais necessárias para a construção.

Controle da Poluição

Esta é a área em que o profissional monitora a qualidade da água, do solo e do ar, além de fiscalizar a emissão de gases em indústrias e o descarte do lixo, sendo responsável pelas estruturas de controle da poluição.

Gestão Ambiental

O Gestor Ambiental estuda o impacto que as atividades econômicas geram no meio ambiente e, com base nisso, planeja as ações de utilização de recursos naturais com o objetivo de minimizar o impacto. Também estuda alternativas para reutilização de resíduos industriais visando à otimização da produção e redução de gastos.

Saneamento

O Engenheiro Sanitarista realiza projetos de sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto, drenagem e irrigação da água da chuva, além de determinar os custos e materiais envolvidos.

A faculdade de Engenharia Ambiental

Para quem se interessa por conhecimentos diversos, o curso de Engenharia Ambiental é uma ótima opção, pois conta com uma grade curricular variada, composta principalmente por matérias das ciências exatas, como Matemática, Física e Química, além de disciplinas das ciências biológicas, e ainda Desenho e Computação

A graduação tem duração de 5 anos em média, e prepara o aluno para a identificação de problemas ambientais, atuando de maneira multidisciplinar e efetiva para amenizar os danos provocados pela ação humana.

Se você acredita que é possível conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação do meio ambiente, esse é o curso certo para você: conheça a faculdade de Engenharia Ambiental e Sanitária do Centro Universitário Católica do Tocantins e veja como se preparar para a carreira do futuro!

 

Tags: Engenharia Ambiental e Sanitária

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!