leia

A importância de Thomas Edison para a Engenharia Elétrica

Por Bernardo de Mello

Nome fundamental para a física moderna, Thomas Edison nasceu na pequena cidade de Milan, no estado de Ohio, nordeste dos Estados Unidos. Seu primeiro contato com os estudos não deixou grandes lembranças --  padre Engle, seu primeiro professor, dizia que o garoto de oito anos não era capaz de aprender. Mas foi estudando em casa com a mãe que ele desenvolveu seu interesse pela ciência e formou sua personalidade genial. Continue acompanhando nosso post para saber a importância de Thomas Edison para a Engenharia Elétrica.

Primeiros passos

Com 21 anos, Edison registrou sua primeira patente: um registrador elétrico multifuncional. Dois anos mais tarde, em 1870, ele desenvolveu e vendeu por cerca de 40 mil dólares da época (uma verdadeira fortuna) um aparelho elétrico que indicava as cotações das bolsas de valores.

Um pouco mais tarde, ele inaugurou um centro de pesquisas em Menlo Park, com laboratórios, oficinas e mão de obra especializada. Em quatro anos, Edison patenteou cerca de 300 invenções -- durante toda a vida seria um total de 2.332 invenções. Com isso, ele conquistou o apelido de "O feiticeiro de Menlo Park". 

O que Edison inventou?

Poucas pessoas conseguiram contribuir tanto para o mundo atual como Thomas Alva Edison. Ele foi capaz de aplicar fenômenos físicos, mecânicos e elétricos em suas inúmeras invenções, como microfones específicos para telefone, um meio para distribuir energia elétrica, máquinas de votar, baterias para automóveis, embalagens a vácuo, fonógrafo e, talvez sua maior invenção, a lâmpada incandescente, que marcou o início daquela que chamamos "Era da Eletricidade”, quando velas, lampiões a gás e tochas foram substituídas.

Com tudo isso, Edison ainda é considerado um dos grandes responsáveis pela Revolução Tecnológica do Século 20. No entanto, é comum que a fama seja precedida de alguma controvérsia: muitos dizem que o americano, na verdade, não inventou tanto, mas se aproveitou de invenções de terceiros (seus empregados no laboratório, inclusive) e registrou patentes de artefatos que não foram, de fato, pensados por ele. Bem, isso nunca foi provado...

Deu para entender por que Thomas Edison é importante para a Engenharia Elétrica? Você tinha ideia da genialidade dele? Conte para gente o que acha da história do inventor.

 

Tags: Engenharia Elétrica

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!