leia

Movendo o mundo com a Engenharia Elétrica: entenda essa carreira!

Por Bernardo de Mello

Sem energia elétrica o mundo moderno não existiria, pelo não da forma que o conhecemos. A eletricidade é responsável pelas grandes inovações do século XIX e XX que configura o mundo globalizado de atualmente. Comunicação, transportes e produção dependem estreitamente desse recurso.

As projeções para os próximos anos indicam que essa importância irá crescer ainda mais. Uma pesquisa do Ministério de Minas e Energia indica que até 2026 o consumo de energia elétrica deve aumentar aproximadamente 3,4% ao ano. Isto, apenas nas indústrias e residências.

O engenheiro elétrico é o profissional que garante o funcionamento de todos os processos e equipamentos que demandam esse recurso tão valioso. Quem gosta de exatas, tecnologia, inovação e quer impactar a vida das pessoas pode apostar nessa carreira sem medo de errar.

Ficou interessado? Então saiba mais sobre o que é Engenharia Elétrica e a carreira na área. Confira!

O que é Engenharia Elétrica?

Elétrica é uma área da Físico-Química que estuda a geração de energia baseada em diferenças de potência. A Engenharia Elétrica, portanto, é a área que procura criar e manipular métodos para criar, controlar e distribuir esse tipo de energia.

Na graduação em Engenharia Elétrica, o aluno estuda disciplinas básicas, como a Química, Física e Informática. Ao longo da formação, aprende a aplicar estes princípios na Geração de Energia, Automação e Computação. Sendo estas as principais áreas de atuação do engenheiro elétrico.

A Engenharia Elétrica é fundamental para manter o mundo em movimento, afinal a energia está presente em praticamente todas as atividades humanas. Sem ela não haveria comunicação e transporte, além de prejudicar a produtividade e a qualidade de vida mesmo nas situações mais rotineiras.

O exatamente o engenheiro elétrico faz?

O engenheiro elétrico trabalha em usinas de força, indústria e no comércio de componentes eletrônicos. Ele é responsável pela geração e distribuição de energia provenientes de diversas origens. Atualmente, seu trabalho está muito relacionado a produção e consumo sustentável desse recurso.

Esse profissional também é importante na instalação de sistemas que abastecem construções com energia elétrica. Estes podem ser residências, prédios comerciais e públicos. Nos hospitais, por exemplo, sua presença é fundamental para garantir o funcionamento de aparelhos que dão suporte à vida.

A Engenharia Elétrica ainda é responsável pela união entre sistemas elétricos e softwares informatizados. Juntos eles podem controlar todo o processo de produção em indústrias e fábricas de forma autônoma. Também é importante na computação, desenvolvendo baterias e microprocessadores mais potentes.

E como anda o mercado na área?

Segundo uma pesquisa americana, a Engenharia Elétrica está entre as cinco áreas da Engenharia que oferece os melhores retornos em início de carreira. No Brasil, o profissional ganha em média R$ 7.771,00 mensais conforme levantamento da Revista Nexo. E esta é apena uma das vantagens dessa carreira.

O mercado em Engenharia Elétrica é certamente um dos mais diversificados, amplos e aquecidos. Direta ou indiretamente, há um engenheiro elétrico trabalhando para que você possa acender uma lâmpada, assistir TV, sair com seu carro e ler este texto.

A presença do profissional é indispensável em todos os ramos da indústria e nos mais importantes serviços públicos, como a saúde e os transportes. O engenheiro elétrico domina um recurso fundamental para a humanidade e participa de grandes inovações tecnológicas que impactam o cotidiano de todos.

Quer fazer parte destas transformações? Baixe o e-book e saiba tudo sobre a faculdade de Engenharia Elétrica em Palmas (Tocantins) da Facto!

Faça o download gratuito do e-book!

Leia também: Financiamento estudantil: entenda o que é PROUNI e FIES

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!