leia

O que faz o administrador de empresas?

Por Bernardo de Mello

Em um mercado extremamente concorrido, as empresas que desejam se sobressair se deparam com a necessidade de se tornarem competitivas: para se adequar aos novos padrões de qualidade e atender a níveis de exigências cada vez mais altos, elas buscam maneiras para otimizar seus processos.

E a quem cabe a responsabilidade de garantir que tanto os serviços quanto o atendimento sejam executados com a máxima eficiência? Essa missão recai sobre o administrador de empresas.

Mas, afinal de contas, o que faz este profissional? Ao término da faculdade, ele está preparado para o exercício de diversas funções. Conheça algumas delas em nosso post de hoje!

administracao

Gerenciando uma organização inteira

Um administrador pode gerenciar uma empresa como um todo ou setores específicos. No caso de assumir a gestão geral, sua função é análoga a de um maestro de uma orquestra.

Em outras palavras, ele deve coordenar os recursos humanos, materiais e financeiros da organização. Sua missão é das mais audaciosas: aumentar a produção e reduzir os custos, sem que haja prejuízos a qualidade do produto ou serviço.

Faz parte de suas atribuições a supervisão de todos os processos, a fim de garantir a redução de falhas próximas a zero. Junto com sua equipe, ele deve articular esforços para atingir as metas estabelecidas.

Esse profissional torna-se peça-chave em organizações de todos os portes, nas esferas pública, privada e também no terceiro setor.

O administrador gerencia recursos financeiros, materiais ou humanos de uma empresa.

Uma profissão, várias especializações

A formação do administrador se caracteriza pela pluralidade. Além de assumir a direção-geral da empresa, o profissional pode optar por se especializar em uma determinada área.

Quem atua no setor de Recursos Humanos, por exemplo, faz a mediação entre os interesses da empresa e dos colaboradores. Sob essa perspectiva, ele coordena os processos de contratações e demissões, além de benefícios e planos de carreira.

No departamento financeiro, cuida da agenda de pagamentos e recebimentos, podendo assumir também a tarefa de cobrança dos clientes. Sua intervenção também é necessária nos departamentos de compra e vendas.

Dessa maneira, ele é responsável por um controle do estoque, negociando a aquisição de matérias-primas e insumos com as melhores condições possíveis. Na contramão, na hora de vender, ele determina os prazos de entrega e formas de pagamento, bem como decide as estratégias de marketing mais eficientes.

Conhecimentos múltiplos

Por fim, destaca-se a ampla gama de conhecimentos ao qual esse profissional é apresentado: o administrador deve conhecer os fatores externos, que impactam na sustentabilidade do negócio.

Neste cenário, precisa estar atento às oscilações da economia e também às movimentações da concorrência. Igualmente importante, é a sua capacidade de motivar pessoas e solucionar conflitos.

Paralelamente, é muito importante que ele busque se atualizar sempre, antecipando-se às transformações tão comuns no mercado. O conhecimento também é essencial no processo de tomada de decisões.

Faça o download gratuito do e-book!

Leia também: Do trabalho para a faculdade: como administrar seu tempo e manter a motivação.

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!