Não podemos negar que as mudanças comportamentais e os avanços tecnológicos, com o passar dos anos, têm afetado diretamente a sociedade e causado um aumento nos conflitos psíquicos, emocionais e de relações humanas.

Atualmente, a pandemia, que já se estende há quase dois anos, têm sido o principal fator para afetar a saúde mental das pessoas. Um vírus ameaçador e mortal levou todo mundo a se adequar a uma realidade totalmente diferente: o isolamento social e dia após dia aumentou-se a necessidade de obter um espaço de escuta para lidar com os conflitos gerados por esse novo modo de viver.

Dados de um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), entre os meses de agosto e novembro de 2020, constatou que houve um aumento de 82% no número de novos casos de transtornos mentais e da procura por tratamento nos consultórios particulares de psicologia e psiquiatria. O estudo mostra ainda que 70% dos pacientes que já tinham recebido alta do tratamento tiveram recaídas durante a pandemia.

Neste contexto, a Psicanálise tem sido uma excelente fundamentação para as práticas clínicas e psicossociais que visam a saúde mental da população. Atualmente, a realidade da atuação de profissionais da Psicologia, Psicanálise, Psiquiatria e áreas afins se expande para absolutamente todos os setores e mesmo com esse vasto crescimento, os agravos que atingem diretamente a saúde mental do indivíduo carece ainda hoje de uma formação contínua de profissionais que atuem nessas áreas.

Diante dessa constatação, o Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica), propõe o curso de Pós-graduação Lato Sensu em Psicanálise em formato híbrido de ofertar as unidades educacionais, priorizando as contribuições históricas da Psicanálise que ao longo dos tempos têm se aperfeiçoado e ampliado seu campo de atuação.

Público-alvo

Profissionais com curso superior reconhecidos no Brasil e estudantes dos últimos períodos de cursos de graduação de Psicologia, Pedagogia, Medicina, Enfermagem e afins.

CTAs-01